Que os provedores regionais estão aumentando exponencialmente não é mais novidade. Mas, na região Nordeste aconteceu um fenômeno curioso: enquanto provedores tiveram um aumento de 104%, as grandes operadoras perderam 17.856 usuários.

A maior parte dos municípios brasileiros (78,2%) possui cinco ou mais prestadoras oferecendo o serviço de banda larga fixa na localidade. Porém, nas demais regiões do país, tanto provedores quanto grandes operadoras registraram crescimento, mas o ISPs tiveram crescimento superior ao das rivais em todas as regiões: no Sudeste foram responsáveis por 83% do total dos nossos acessos; no Sul por 73%; Centro-Oeste por 69% e Norte por 55%.

Esses dados foram disponibilizados no relatório anual de banda larga fixa da Anatel e são referentes ao período de janeiro a dezembro de 2018. Acessos de banda larga por satélite tem tido um significativo crescimento nos 3 últimos anos, apesar de ainda ser pequeno em termos quantitativos totais.

Fibra óptica

Em 2018 o número de munícipios com presença de fibra óptica cresce substancialmente, o serviço chegou em 138 novas cidades. Na região Sudeste 50% dos acessos obtidos por provedores foram via fibra, no Sul 28%, no Nordeste foi de 41%, no Norte 35% e no Centro-Oeste foi de 27%.

Atualmente, são 3.589 municípios representando 64,4% dos municípios do país e 89,4% da população.